sábado, 18 de maio de 2013

PM faz panfletagem em Dourados


Após a Polícia Civil deflagrar greve e paralisar as atividades na sexta-feira (17), agora é a Polícia Militar que ameaça aquartelamento caso as negociações por reajuste salarial com o governo do Estado não evolua. Na manhã deste sábado, eles realizam panfletagem na Praça Antônio João como forma de chamar a atenção da população sobre os motivos do possível protesto.

De acordo com o diretor da ACS (Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Bombeiro Militar de Mato Grosso do Sul) em Dourados, cabo Aparecido Lima, a categoria não concorda com o aumento salarial de 7% divulgado pela administração estadual.


Segundo ele, os valores propostos não agradaram os policiais militares da forma como foi feita. “Foi oferecido 7% de reajuste em 2013, 8% no ano que vem e 20% em 2015. Nós solicitamos 27% de reajuste ou a inversão dos percentuais por ano”, disse o cabo ao Dourados News hoje pela manhã.

Na segunda-feira (20), os militares de Mato Grosso do Sul participam de uma assembleia com a diretoria da ACS na sede da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), emCampo Grande onde poderá ser proposto o aquartelamento.

“Não está descartado o aquartelamento, queremos negociar, mas, caso não haja evolução ficaremos todos em nossos quartéis”, afirmou.

Fonte: douradosnews -Adriano Moretto

0 comentários :

Postar um comentário