terça-feira, 17 de setembro de 2013

PEC 300: Prazo definido por presidente da Câmara dos Deputados terminou




Terminou o prazo que o presidente da Câmara dos Deputados Henrique Eduardo Alves deu aos governadores pedido de informações sobre a posição dos estados em relação à proposta de piso nacional para bombeiros e policiais militares (PECs 300/08 e 446/09). Esta proposta de emenda a constituição está tramitando há 5 anos e precisa ser aprovada em segundo turno na câmara dos deputados para enfim seguir para o Senado Federal. "Se os governadores não se manifestarem, será marcada a votação", declarou o presidente da casa, Henrique Eduardo Alves.

Líderes do movimento e membros da categoria deverão estar presentes hoje em Brasília para mais uma manifestação pela aprovação da matéria que se arrasta desde 2008.

"Há 5 anos estamos vindo ao DF para sensibilizar os congressistas da real necessidade de aprovarmos a PEC 300. O Congresso Nacional não pode adiar mais essa decisão, precisamos que seja colocada em pauta. Se o Governo Federal não quer a aprovação da matéria que oriente sua bancada votar contra. Mas precisamos de uma definição. Chega de enrolação. Os policiais e bombeiros estão no limite. Vale lembrar que a criação do piso salarial nacional está na proposta de governo da Presidente Dilma, disse o Cabo PM Fernando Almança, um dos líderes do movimento e criador do site PEC.300.COM que popularizou a proposta entre os militares estaduais.

No dia 20/08 policiais e bombeiros invadiram o plenário da Câmara dos Deputados dando clara mensagem que a categoria pode radicalizar diante da demora na tramitação da matéria. Um grande protesto está sendo programado para o período da Copa do Mundo em 2014, intitulado "Sem PEC, sem copa". Espera-se que o presidente Henrique Eduardo Alves cumpra sua palavra e paute a PEC 300 ainda este mês de setembro.


Mídia News

0 comentários :

Postar um comentário