quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Bônus a policial que atingir meta


O governo de São Paulo apresenta hoje projeto de lei que implementa o pagamento de bônus a policiais que cumprirem metas de redução de criminalidade nas regiões em que atuam.
O programa medirá três indicadores que são considerados estratégicos: letalidade violenta (homicídios dolosos e latrocínios --roubo seguido de morte); roubos e furtos de veículos; e roubos em geral.
O bônus valerá para as polícias Civil, Militar e Científica. O valor ainda não havia sido definido até a noite de ontem, entretanto o governo estudava pagar até R$ 20 mil por ano a cada agente, dependendo do desempenho das equipes de cada região.

Segundo o plano original, o bônus a ser pago aos agentes das regiões que atingirem suas metas nos três indicadores analisados como estratégicos seria de R$ 2.000 por trimestre.
Se as metas forem parcialmente atingidas, os policiais receberão valor proporcional.
O governador do Estado, Geraldo Alckmin (PSDB), havia prometido que apresentaria o plano ainda em 2013, por isso apressou o envio do projeto à Assembleia Legislativa.

CONTROVERSO

À época, o anúncio foi controverso. Especialistas apontaram que o regime de metas costuma ser eficaz na iniciativa privada, mas sinalizaram riscos de manipulação de estatísticas e de aumento na rivalidade na corporação. (Folha de São Paulo).

0 comentários :

Postar um comentário