sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Delcídio prega ‘ousadia’ na gestão e garante investimento para evitar bicos na PM


Ouça o que o Delcídio disse sobre a segurança 
Publica nos últimos oito minutos da entrevista.

Os policiais que atuam nas cidades próximas à Bolivia e ao Paraguai merecem tratamento diferenciado”. (Foto: ABr)

Candidato do PT ao Governo do Estado, o senador Delcídio do Amaral defende maior ‘
ousadia’ do Executivo na gestão da segurança pública e garante que, se eleito, vai 
investir para evitar que policiais militares façam o chamado ‘bico’ para complementarem 
suas rendas
. Em entrevista ao programa Tribuna Livre, da FM Capital, na manhã desta
 quinta-feira (16), o petista ainda defendeu a separação dos presos estaduais e federais.

“Primeiramente separar aqueles presos federais dos presos estaduais, que está tudo
 misturado. O Governo Federal tem recursos, principalmente, para investir em 
penitenciárias. Nós temos que ter uma política rigorosa neste sentido”, defendeu 
o candidato, que também prega a valorização dos agentes e de outros profissionais 
que atuam nos presídios.

“Outro ponto importante: valorizar agentes penitenciários. O agente penitenciário,
 quando faz concurso, ganha R$ 3 mil, e aposenta com R$ 6 mil. Temos que 
dar um tratamento especial para os agentes, todos aqueles profissionais que
 trabalham nas penitenciárias, como assistentes sociais”, completou.

Na entrevista, Delcídio evitou ataques ao seu adversário, Reinaldo Azambuja (PSDB),
ao falar sobre segurança pública, e não foi instado a falar diretamente sobre as
 polícias civil e militar, além do Corpo de Bombeiros. No entanto, ao Ronda, 
o petista garante que vai investir em qualificação, equipamentos e melhores 
condições de trabalho para os integrantes das forças de segurança.

“Precisamos ter ousadia na gestão, através da qualificação dos nossos policiais 
civis e militares, e também na compra de equipamentos modernos, para que elas
 funcionem como deseja a população. Temos que fazer novos concursos
 públicos e reconhecer os que já foram realizados”, defendeu o senador.

Entre as propostas do candidato, está a elaboração de um plano de carreira e 
cursos de especialização no Brasil e no exterior. Para ele, isso evitará que o
 policial faça o chamado “bico”. “Como governador, eu vou criar um programa
 de qualificação que proporcione a ida dos PMs e policiais civis a países da
 Europa e aos Estados Unidos para que eles aprendam as técnicas mais 
modernas do mundo. Outra coisa importante: vamos separar justiça de 
segurança pública. A Secretaria de Segurança Pública e a Secretaria de 
Justiça serão comandadas por pessoas que conhecem as respectivas áreas, 
sem interferência política”, garantiu.

Delcídio também promete oferecer incentivos para os policiais lotados na
 fronteira. “Os policiais que atuam nas cidades próximas à Bolivia e ao Paraguai
 merecem tratamento diferenciado. Sou de Corumbá e sei bem da realidade difícil 
que eles enfrentam para combater o contrabando e o narcotráfico. Dar a eles um
 tratamento diferenciado é o mínimo que precisamos fazer”, disse.



Jeozadaque Garcia
Assessoria de Imprensa da ACS












0 comentários :

Postar um comentário