terça-feira, 8 de julho de 2014

A policia pede socorro.


Corpo de investigador é retirado de dentro de casa. (Foto: Victor Chileno)


Lamentando dois casos de suicídios de policiais civis nos últimos cinco dias, o sindicato da categoria voltou a cobrar acompanhamento psicológico rotineiro destes servidores. “Hoje, a Segurança Pública só disponibiliza o atendimento quando o próprio policial procura. O que queremos é que haja um acompanhamento psicológico rotineiro de todos os policiais mesmo daqueles que não peçam atendimento”, diz Geancarlo Miranda, diretor jurídico do Sindicato dos Policiais Civis de Mato Grosso do Sul (Sinpol).