sábado, 28 de março de 2015

Psol SUSPENDE DEPUTADO CABO DACIOLO, DIZ ADRIANA BORGO EM SEU FACEBOOK.

Rio – A Executiva Estadual do Psol-RJ perdeu de vez a paciência com o deputado federal Cabo Daciolo e suas controversas posições. Em reunião nesta noite, a direção do partido decidiu pedir a expulsão do parlamentar, que ficará a cargo da Executiva Nacional. 
A gota d’água foi um discurso feito por ele sobre o caso do pedreiro Amarildo de Souza, que desapareceu em julho de 2013. Segundo ele, os policiais militares acusados de matar e esconder o corpo do pedreiro foram presos injustamente.“Vamos estar em Bangu 9 neste domingo, onde eu tenho 25 militares respondendo por um crime que não cometeram, 12 deles presos e um faleceu dia 13. São chefes de família. Solicitaremos a presença do Ouvidor Nacional de Direitos Humanos para ir conosco.

Policiais recebem premiação e homenagens por produtividade


Na tarde de ontem (25), no hall superior da sede do 2º Batalhão de Polícia Militar/Fronteira (BPM/Fron), em Chapecó, em solenidade interna, foi realizada a premiação de policiais militares referente ao Programa de Valorização e Reconhecimento Técnico-Profissional (Valorem).


Na oportunidade estiveram presentes o comandante do 2ºBPM/Fron, tenente-coronel Cosme Manique Barreto, o chefe do Estado Maior da 4ª Região de Polícia Militar/Fronteira (4ª RPM/Fron), tenente-coronel Gilberto Amandio Spindola, que representou o comandante regional, o comandante da 3ª Companhia do 2º BPM/Fron, capitão Paulo Ramos dos Santos - comandante direto dos policiais homenageados -, entre outros oficiais e praças.

sábado, 21 de março de 2015

Presidente da ACS propõe aluguel de viaturas e critica demora nas promoções: “É um absurdo”

O presidente da ACS (Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e Bombeiro Militar de Mato Grosso do Sul), Edmar Soares da Silva, é o entrevistado da semana no site Top Midia News. Na conversa que teve com a jornalista Mikaele Teodoro, ele fala sobre a crise que atravessa a segurança pública, melhores condições de trabalho para policiais e bombeiros militares, além da demora nas promoções, o que, segundo ele, desmotiva a tropa. “Existem no Estado soldados esperando a mais de 11 anos para subir para cabo. Isso é um absurdo”, dispara.

Governo vai normatizar aposentadoria especial para policiais em MS


Governador disse que lei pretende reconhecer papel de policiais em relação a segurança nacional. (Foto: Alcides Neto)Governador disse que lei pretende reconhecer papel de policiais em relação a segurança nacional. (Foto: Alcides Neto)
Assessor jurídico de Reinaldo, Felipe Matos, falou que mês de março foi escolhido para o evento devido ao Dia da Mulher. (Foto: Alcides Neto)Assessor jurídico de Reinaldo, Felipe Matos, falou que mês de março foi escolhido para o evento devido ao Dia da Mulher. (Foto: Alcides Neto)
O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) encaminhará projeto de lei que pretende reduzir para 25 anos otempo mínimo de contribuição para que mulherespoliciais obtenham aposentadoria. O anúncio foi feito na noite desta sexta-feira (20) durante confraternização na Adepol (Associação dos Delegados de Polícia) do Estado, no Bairro Carandá Bosque, em Campo Grande.

Segundo o governador, a proposta será enviada na próxima semana para votação na Assembleia Legislativa. “Essa é uma lei federal aprovada no ano passado e eu ainda era deputado federal. Agora estou remetendo à Assembleia Legislativa para que seja normatizada a atividade das policiais mulheres de Mato Grosso do Sul”, explicou.

quinta-feira, 19 de março de 2015

Com déficit de 130 bombeiros, Dourados vai receber só 9 concursados

Sem aumento de efetivo há mais de 10 anos, Grupamento, que atende mais de 450 mil habitantes, tem um terço do efetivo ideal. Sistema ineficiente deixa viaturas paradas e sem combustível

Com déficit de 130 bombeiros militares, conforme o Diário Oficial do Estado, a cidade de Dourados, que não tem aumento de efetivo há 10 anos, tem previsão de receber apenas 9 do total de concursados no Estado, número que não repõe sequer as perdas deste ano, que chegará perto de 12 devido às aposentadorias.

domingo, 8 de março de 2015

Homenagem as mulheres

quinta-feira, 5 de março de 2015

Diretoria da ACS se reúne com alunos do CFSD da PM, em Dourados


Edmar e Aparecido conversam com alunos em Dourados. (Foto: Divulgação)
Edmar e Aparecido conversam com alunos em Dourados. (Foto: Divulgação)

O presidente da ACS (Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e Bombeiro Militar de Mato Grosso do Sul), Edmar Soares da Silva, se reuniu, nesta quarta-feira (4), com aproximadamente 120 alunos do Curso de Formação de Soldados da PM, na cidade de Dourados. O diretor Regional da cidade, Aparecido Lima, também participou do evento realizado no Sesi.

Na ocasião, Edmar falou aos alunos sobre a entidade e as lutas desencadeadas para defender os interesses da classe. Destacou, também, o reajuste histórico conseguido após o aquartelamento de 2013, que garantiu ao soldado em início de carreira, no período de um ano e sete meses, aumento de 43% em seus vencimentos.

Edmar também se reuniu com o comandante do Batalhão local, coronel Carlos Silva, onde falou sobre as lutas da entidade e a defesa dos praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros.

Policial, a classe escrava do Brasil

Deputado Federal capitão Augusto – PR/SP “chuta o pau da barraca” e diz que trabalho policial é o último escravo do Brasil

Em pronunciamento oficial no Parlamento da Câmara Federal no DF, o deputado federal capitão Augusto-PR/SP, “chutou o pau da barraca” em seu pronunciamento com uma placa nas mãos disse que trabalho policial no Brasil é o último escravo, veja o vídeo:

http://www.policialbr.com/dep-fed-cap-augusto-chuta-o-pau-da-barraca-e-diz-trabalho-policial-e-o-ultimo-escravo-do-brasil/













Policia civil cruzou os braços.


A greve da Polícia Civil no Tocantins chega ao nono dia nesta quinta-feira (5). Os servidores cobram do governo a equiparação salarial que teria sido concedida ainda em 2007, pelo governador Marcelo Miranda (PMDB). Segundo informações do Sindicato dos Policiais Civis do Tocantins (Sinpol-TO), a categoria ainda não recebeu do Estado uma proposta concreta. Aproximadamente 1,3 mil policiais aderiram ao movimento e apenas 30% do efetivo continua trabalhando para manter os serviços considerados essenciais.

domingo, 1 de março de 2015

Agentes penitenciarios param em todo MS.


Segundo a Conjuntura On-line os agentes penitenciários de todo o Estado decidiram em assembleia na tarde de ontem, que vão interditar as 54 unidades prisionais do Estado de Mato Grosso do Sul, não recebendo novos presos. 
A categoria também deve iniciar a “Operação Tartaruga”, em que atuarão de acordo com as condições de trabalho disponibilizadas. Com um déficit de 9,5 mil agentes no Estado, eles deverão suspender serviços de escolta para atendimentos jurídicos, e demais serviços que não forem essenciais para a vida do detento.