segunda-feira, 15 de junho de 2015

Homem diz que matou a esposa PM após ver fotos de traição em celular


A policial militar Larissa Santos Velasco, de 21 anos, foi morta pelo seu companheiro. Gleizer Nunes Velasco, 27 anos, confessou ter matado a esposa e disse em depoimento à Polícia Civil de Leme (SP) que cometeu o crime após encontrar fotos de uma suposta traição no celular de Larissa.

Gleizer teve prisão temporária decretada e, segundo o G1, teria dito que matou Larissa estrangulada após levá-la ao canavial onde o corpo foi encontrado.

Segundo a publicação do G1, a Polícia Civil não revelou detalhes do depoimento, mas informou que o homem alega ter encontrado fotos comprometedoras no celular da esposa, que revelariam uma suposta traição. O conteúdo e a veracidade das imagens ainda não foram confirmadas.

Gleizer se entregou à polícia na tarde desta sexta-feira e apontou o local, um canavial no Distrito Industrial, onde estava o corpo da mulher, que desapareceu na quarta-feira (10). Ele foi levado para a Cadeia de Pirassununga e a polícia não informou por quais crimes ele deve responder, refere o G1.

Ciúmes

O G1 conta que a tia de Larissa, Maria Oliveira, disse que Gleizer era muito ciumento. "Demonstrava muita frieza. Ela não tinha o prazer nem de conversar comigo e com as primas, porque ele tinha que estar do lado escutando o que estávamos conversando".

http://www.msn.com/pt-br/noticias/brasil/homem-diz-que-matou-a-esposa-pm-ap%C3%B3s-ver-fotos-de-trai%C3%A7%C3%A3o-em-celular/ar-BBl6yGm?ocid=mailsignoutmd

0 comentários :

Postar um comentário