sábado, 28 de março de 2015

Psol SUSPENDE DEPUTADO CABO DACIOLO, DIZ ADRIANA BORGO EM SEU FACEBOOK.

Rio – A Executiva Estadual do Psol-RJ perdeu de vez a paciência com o deputado federal Cabo Daciolo e suas controversas posições. Em reunião nesta noite, a direção do partido decidiu pedir a expulsão do parlamentar, que ficará a cargo da Executiva Nacional. 
A gota d’água foi um discurso feito por ele sobre o caso do pedreiro Amarildo de Souza, que desapareceu em julho de 2013. Segundo ele, os policiais militares acusados de matar e esconder o corpo do pedreiro foram presos injustamente.“Vamos estar em Bangu 9 neste domingo, onde eu tenho 25 militares respondendo por um crime que não cometeram, 12 deles presos e um faleceu dia 13. São chefes de família. Solicitaremos a presença do Ouvidor Nacional de Direitos Humanos para ir conosco.

Policiais recebem premiação e homenagens por produtividade


Na tarde de ontem (25), no hall superior da sede do 2º Batalhão de Polícia Militar/Fronteira (BPM/Fron), em Chapecó, em solenidade interna, foi realizada a premiação de policiais militares referente ao Programa de Valorização e Reconhecimento Técnico-Profissional (Valorem).


Na oportunidade estiveram presentes o comandante do 2ºBPM/Fron, tenente-coronel Cosme Manique Barreto, o chefe do Estado Maior da 4ª Região de Polícia Militar/Fronteira (4ª RPM/Fron), tenente-coronel Gilberto Amandio Spindola, que representou o comandante regional, o comandante da 3ª Companhia do 2º BPM/Fron, capitão Paulo Ramos dos Santos - comandante direto dos policiais homenageados -, entre outros oficiais e praças.