domingo, 22 de janeiro de 2017

Armas apreendidas de criminosos poderão ser usadas por forças de segurança


Militares destroem armas de fogo apreendidas
Isaac Amorim/Agência MJ de Notícias

As armas apreendidas em operações policiais poderão vir a ser encaminhadas de forma permanente às Forças Armadas e destinadas às polícias Federal, Rodoviária e civis e militares de cada estado. É o que determina o Projeto de Lei do Senado (PLS) 285/2016, do senador Wilder Morais (PP-GO), que está pronto para ser analisado na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE).

sábado, 21 de janeiro de 2017

Saiba como obter a Carteira Nacional de Habilitação

Após disciplinas teóricas, aluno passa por aulas práticas em simulador
Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília


Documento obrigatório para dirigir veículos no País, a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) possui como requerimentos a idade mínima de 18 anos, saber ler e escrever, bem como ter carteira de identidade e CPF.

A emissão das CNHs é responsabilidade dos departamentos de trânsito (Detran) nos estados e no Distrito Federal.

O primeiro passo é procurar uma clínica para realizar os exames médico (correspondente ao de aptidão física) e psicotécnico (teste psicológico).

O interessado pode consultar as unidades credenciadas no próprio site do Detran ou por meio do telefone 154.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Órgãos de GM com morte cerebral são doados para três estados


Roberto Aparecido Ramos, 52 anos, sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) anteontem enquanto seguia de casa para o trabalho
O Guarda Municipal, há duas semanas, reforçou à esposa o desejo de ser doador de órgãos

Por: Flávio Verão - 
Médicos fazem a captação de órgãos no Hospital da Vida em Dourados
Fotos: Hedio fazan

Guarda Municipal em Dourados que teve morte cerebral terá os órgãos doados para pacientes dos estados de Mato Grosso do Sul, Acre e São Paulo. A cirurgia para retirada córneas, fígado e rins ocorre na manhã desta quarta-feira (11) no Hospital da Vida.

Roberto Aparecido Ramos, 52 anos, teve um Acidente Vascular Cerebral (AVC) anteontem enquanto seguia de casa para o trabalho. Ele sofreu ainda ataque cardíaco. A morte cerebral foi diagnosticada no hospital.

O Guarda Municipal estava na corporação há 16 anos e curiosamente, há duas semanas, reforçou à esposa o desejo de ser doador de órgãos. "A família já sabia que ele tinha o desejo de ser doador, os colegas de trabalho também", disse o comandante da Guarda,Sílvio Reginaldo Costa.