sexta-feira, 20 de abril de 2018

Precatórios: Sócios devem entrar em contato com a ACS para cadastrar dados

Resultado de imagem para precatorios

A ACS (Associação e Centro Social dos Policiais Militares e Bombeiros Militares de Mato Grosso do Sul) reforça aos associados ainda não cadastrados, que aguardam pagamento dos precatórios das ações Wilson Barbosa e Etapa Alimentação, a necessidade de entrar em contato com a entidade, COM URGÊNCIA, para cadastramento dos seguintes dados: CPF, PIS/PASEP e número da conta.

O sócio deve procurar a Sede em Campo Grande pelo telefone (67) 3387-8501, ou entrar em contato com o diretor Regional mais próximo (confira AQUI a lista de diretores). Os precatórios das ações serão depositados diretamente na conta dos associados que integram os processos.


Jeozadaque Garcia
Assessoria de Imprensa da ACS

quinta-feira, 19 de abril de 2018

Professor e policial: principais vítimas do trabalho que adoece a mente

"É um ser humano e precisa ser ouvido", diz psicóloga, que atende policiais e bombeiros na ACS.

“É um ser humano e precisa ser ouvido”, diz psicóloga, que atende policiais e bombeiros na ACS.

Os transtornos mentais relacionados ao trabalho têm como vítimas preferenciais professor, policial e agentes de saúde.

A prefeitura de Campo Grande registrou no ano passado 1.297 afastamentos de servidores por doenças psiquiátricas. Em 2013, o número foi ainda maior: 1.429 servidores. As categorias com maior índice de doenças psiquiátricas são professores e agentes comunitários de saúde.

“Um dos grandes problemas é a indisciplina, que gera bastante ansiedade, desencadeando uma série de problema psicológicos, emocionais”, afirma o presidente da ACP (Sindicato Campo-grandense dos Profissionais de Educação Pública), Lucílio Souza Nobre.

quarta-feira, 18 de abril de 2018

Cabo Couto e Sargento Aparecido Lima se reúnem com pré-candidata


Presidente e vice se reuniram com pré-candidata. (Foto: Altagno Neto)

Presidente e vice se reuniram com pré-candidata. (Foto: Altagno Neto)


A ACS (Associação e Centro Social dos Policiais Militares e Bombeiros Militares de
Mato Grosso do Sul) recebeu, na manhã desta terça-feira (17), a visita da 3º SGT 
PM Betânia Kelly Rodrigues, pré-candidata a deputado estadual nas eleições deste ano.

sexta-feira, 13 de abril de 2018

Candidatos PM e BM, podem disputar mais de um cargo


Cronograma publicado nesta sexta-feira, dia 13, prevê aplicação das provas em dias diferentes 13 Abr2018Da redação16h47 (Foto: Marco Miatelo)

 Cronograma publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira (13.4) prevê a aplicação da prova escrita dos concursos da Polícia Militar (PM) e Corpo de Bombeiros Militar (CBM) em dias diferentes, possibilitando que o mesmo candidato possa concorrer a mais de um cargo nos concursos realizados pelo Governo de Mato Grosso do Sul.

segunda-feira, 9 de abril de 2018

Concurso para a PM e bombeiros de MS terá salários de R$ 7 mil

O governo do Estado publicou nesta segunda-feira (9) os editais para os concursos da Polícia Militar e para o Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul. São 614 vagas e os salários podem chegar a R$ 7 mil após a efetivação no cargo de oficial. Para soldado, o salário após o curso de formação é de R$ 3,3 mil.

Soldado do Corpo de Bombeiros Militar – Nível médio com 153 vagas (137 para candidatos do sexo masculino e 16 para candidatas do sexo feminino).

Haverá reserva de vagas para negros e indígenas, mas não há para deficientes, em razão da exigência de aptidão plena para o exercício da função bombeiro militar, nos termos do que estabelece o art. 2º da Lei n. 3.808, de 18 de dezembro de 2018. É necessário possuir idade mínima de 18 anos e no máximo 30 anos.

Inscrições: pelo site da Fapems, solicitada no período entre as 8h do dia 13 de abril e 16h de 25 de junho.

sexta-feira, 6 de abril de 2018

Odilon discute segurança com cabos e soldados da PM e Bombeiros

O pré-candidato do PDT ao governo, Juiz Odilon de Oliveira, se reuniu na tarde desta quinta-feira (05) com a diretoria da Associação dos Policiais Militares e Bombeiros Militares de Mato Grosso do Sul, para discutir alternativas que permitam fortalecer o trabalho da categoria e melhorar a segurança no estado.

“Não é de hoje que a PM e o Corpo de Bombeiros enfrentam uma série de dificuldades, como o déficit no efetivo da corporação, salários defasados e problemas estruturais nos quartéis. Eu costumo dizer que os policiais e bombeiros de Mato Grosso do Sul são verdadeiros heróis, porque não se deixam abater por essa situação e cumprem um papel de extrema relevância na prevenção e o combate ao crime. Eles têm muito a contribuir na preparação da proposta de governo que apresentaremos à sociedade durante a campanha. Com o engajamento dos servidores e a experiência que acumulei ao longo de 31 anos como juiz federal, sempre punindo, com rigor, a corrupção e o crime organizado, temos tudo para fazer uma gestão eficaz na área de segurança pública, para dar mais tranquilidade ao povo do nosso estado”, avalia Odilon. A associação é presidida pelo Cabo Mario Sérgio Flores do Couto e tem como vice-presidente o Sargento Aparecido Lima da Rocha.

quinta-feira, 29 de março de 2018

Couto assume presidência da ACS, fala em justiça social e promete gestão democrática

Cabo Couto e Sargento Aparecido Lima: presidente e vice da ACS para o próximo quadriênio. (Foto: Jeozadaque Garcia)

Cabo Couto e Sargento Aparecido Lima: presidente e vice da ACS para o próximo quadriênio. (Foto: Jeozadaque Garcia)

O cabo Mario Sérgio Flores do Couto tomou posse, nesta quarta-feira (28), como novo presidente da ACS (Associação e Centro Social dos Policiais Militares e Bombeiros Militares de Mato Grosso do Sul). Em solenidade realizada no auditório da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), em Campo Grande, ele assumiu o lugar de Edmar Soares da Silva, que comandou a entidade nos últimos oito anos.

quinta-feira, 15 de março de 2018

Nossos policiais estão sendo caçados pelo crime

“Para o Governo, policiais mortos, em serviço ou não, se tornam apenas um índice. Nossos policiais estão sendo caçados pelo crime”.

Confira a fala do presidente da ACS, Edmar Soares da Silva, durante audiência pública hoje que debateu o crescente número de agentes de segurança pública mortos, na Câmara dos Deputados.

sábado, 24 de fevereiro de 2018

Cabo Mario Sérgio Flores do Couto é o novo presidente da ACS, tendo como vice o sargento Aparecido Lima da Rocha.

Couto venceu o pleito desta sexta-feira. (Foto: Jeozadaque Garcia)


O cabo Mario Sérgio Flores do Couto é o novo presidente da ACS (Associação e Centro Social dos Policiais Militares e Bombeiros Militares de Mato Grosso do Sul) para o próximo quadriênio, tendo como vice o sargento Aparecido Lima da Rocha. Em eleição realizada nesta sexta-feira (23), ele foi escolhido por 694 associados e vai substituir o atual presidente, Edmar Soares da Silva, que comandou a entidade nos últimos oito anos.

O resultado é provisório e a recontagem dos votos será realizada na próxima semana, quando as urnas do interior chegarem a Campo Grande. A apuração terminou por volta das 22h. A votação aconteceu em 22 seções eleitorais no Estado, das 7h às 16h.

Em segundo lugar ficou o sargento Amauri Braga de Oliveira, com 681 votos, e, em terceiro, Valdeir Ferreira Montanho, que obteve a preferência de 72 associados. Fabrício de Carvalho Moura foi eleito presidente do Conselho Fiscal da entidade com 847 votos, contra 391 de Laércio Giroto de Souza.

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

ELEIÇÃO ACS - CB.Couto e SGT.Aparecido prometem priorizar valorização salarial e promoções da categoria

Com objetivo de fortalecimento da categoria, com a chapa 11, o CB.Couto e o SGT.Aparecido Lima, disputarão eleição na sede das ACS (Associação e Centro Social de Policiais Militares e Bombeiros Militares de Mato Grosso do Sul), de todo Estado e em algumas companhias, no próximo dia 23 de fevereiro, das 07:00 ás 16:00 horas.

De acordo com o candidato a presidente, CB . Mario Sérgio Flores do Couto, esta eleição representará mais uma etapa no processo de fortalecimento dos militares que vem acontecendo nos últimos anos, desde que PMs e Bombeiros resolveram lutar pela revisão do Estatuto dos Militares e pela Reestruturação Salarial dessas duas carreiras de servidores estaduais.