quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Associação da PM divulga nota de repúdio após prisão de policiais no Paraguai - Conesul News - Notí­cias de todo Mato Grosso do Sul


Foto: Divulgação



A regional de Dourados da Associação de Cabos e Soldados da Policia Militar e Bombeiro Militar de Mato Grosso do Sul, emitiu hoje (27) pela manhã, nota de repúdio contra a atitude tomada por policiais paraguaios. Segundo eles, na sexta-feira passada, PMs lotados em Ponta Porã perseguiam criminosos em território brasileiro e quando adentraram ao país vizinho, acabaram presos.

Segundo informações dos sites Pedro Juan News e Ponta Porã Informa, os suspeitos faziam parte de uma facção criminosa e tentavam chegar ao Paraguai para fugir do flagrante nacional.

Conforme a nota, a entidade diz que ‘repudia a ação arbitraria dos policiais que prenderam uma GU das policia militar do estado de Mato Grosso do Sul, quando estava no estado cumprimento do dever que é proteger a sociedade’, diz.

No final, cobram explicações e garantem que as autoridades estejam se entendendo sobre o fato. “Temos certeza que as autoridades de nosso estado já esta conversando com as autoridades do país vizinho, para que episodio lamentável como esse não volte a acontecer”, encerra.
Confira a nota na íntegra

Nota de Repúdio

A Associação de Cabos e Soldados da Policia Militar e Bombeiro Militar do Estado de Mato Grosso do Sul, Regional de Dourados, entidade representativa legal da categoria militar, repudia a ação arbitraria dos policiais que prenderam uma GU das policia militar do estado de Mato Grosso do Sul, quando estava no estado cumprimento do dever que é proteger a sociedade, lamentamos o ocorrido na noite de sexta feira, durante a perseguição realizada aos delinquentes que fugiram ao Paraguai onde terminaram presos os PMs de Ponta Porá, que estavam no cumprimento de seu dever e acreditando em um tratado, acredito que tudo isso não passou de um mal entendido e que não ira acontecer mais, pois o que devemos entender é que estamos na mesma luta, todos nos queremos um pais melhor, vocês fazem parte da nossa luta e não o motivo delas.

Temos certeza que as autoridades de nosso estado já esta conversando com as autoridades do país vizinho, para que episodio lamentável como esse não volte a acontecer.


Dourados News

0 comentários :

Postar um comentário