quarta-feira, 10 de abril de 2013

GREVE DA POLICIA




Evelin Araujo e Graziela Rezende


O Sinpol/MS (Sindicato dos Policiais Civis de Mato Grosso do Sul) realiza, a partir desta quarta-feira (10), uma 'onda de protestos' por melhoria salarial e condições de trabalho. A decisão ocorreu em uma assembléia geral da categoria e foi motivada pela intransigência do governador com relação a negociação salarial.

Já a deliberação de greve, caso não sejam convocados para reuniões com o governador do Estado, André Puccinelli (PMDB), ocorrerá a partir do dia 2 de maio, de acordo com o presidente do Sinpol/MS, Alexandre Barbosa. Na tarde de hoje eles vão à Governadoria em carreata queimar um caixão, em protesto pelo “sepultamento dos policiais civis do Estado”.

Além desses atos, eles planejam para o dia 23 de abril fechar todas as rodovias do Estado. Nos dias 2 e 16 de maio, policiais civis vão à Assembleia Legislativa explicar aos deputados as péssimas condições de trabalho, como erro de cálculo do efetivo no Estado e falta de material de trabalho.
Nesta tarde, após reunião na sede do Sinpol, no bairro José Abraão, eles caminham rumo à Governadoria em carreata pela avenida Euler de Azevedo, rua 13 de Maio e avenida Mato Grosso. 

0 comentários :

Postar um comentário